quinta-feira, 16 de abril de 2009

fumar seduz


Quando era criança (uns 9, 10 anos) acho que pensava que iria fumar no futuro... Cheguei a apanhar beatas do chão (será que me lembro mal e afinal a minha intenção era apenas limpar a rua?) mas felizmente a parvoíce não me deu para as meter na boca.
Mas achava bonito de se ver sei lá... Hoje se calhar a forma mais apropriada seria sexy?

Achava piada. Hoje em dia, não penso em fumar, apenas e infelizmente passivamente (não gosto do fumo), mas o acto de acender um cigarro, tê-lo nas pontas dos dedos e pô-lo na boca de vez em quando, continua a ser um gesto, ou melhor dizendo conjunto de gestos que me continuam a intrigar e seduzir...

Também pensava que iria ter filhos cedo e embora isso possa vir ainda a ser uma realidade, visto que não encontrei até hoje nenhum parceiro possível, disponível e compatível, por isso para concretizar este desejo tenho mais uns 2 anos, considerando um limite de 25... Ora, imaginemos começar a namorar agora (dentro de meses) e passado um ano mais coisa menos coisa ter um filho? Cheira-me que se isso acontecesse, o provável culpado seria um uso incorrecto dos métodos contraceptivos... Mas segundo esses sonhos/ideias de infância teria que resultar de um caso espectacular de entrega, confiança, certeza e paixão/amor irresistíveis com planos de começar uma família cedo.

Casar? Nunca me imaginei nessa situação, é que nem faço a mínima questão.

4 comentários:

Abssinto disse...

Então, a bem da saúde da espécie, é bom não fumares (mas sim, há glamour no acto).

Laura disse...

Vim aqui dar pela mão do Abssinto. E porque gostei do nome do blog.
Só para deixar um olá.

Hyndra disse...

Pode ser sedutor o gesto... mas nao deve ser nada sedutor se te derem um beijo a seguir e souberes a cinzeiro!

the one disse...

Abssinto: Finalmente passado meses uma resposta minha! Pois bem, obrigada pelas visitas e comentários ;). E sim eu prometo que não vou ceder à tentação de fumar, a bem da saúde da espécie, é claro.

Laura: Olá Laura. O nome do blog foi uma inspiração momentânea, mas cujo significado terá que ser objecto de análise num próximo post. Obrigada pela visita.

Hyndra: Concordo, não é a melhor sensação do mundo. Mas tens que concordar comigo (e com o Abssinto) que há qualquer coisa de sedutor e glamour no acto.